quinta-feira, 25 de maio de 2017

Temerices e as ratazanas de Brasília

De ontem para hoje, quando Brasília literalmente pegava fogo, fiquei a matutar: quem banca as temerices de Temer? E lembrei-me que, mais de uma vez, alertei, aqui e nos corredores da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), instituição onde trabalho, que o Golpe Parlamentar era a primeira fase de um Golpe maior, em curso, que criaria condições para o avanço da direita reacionária e a volta dos militares. Respostas: não há mais condições para isso, os militares não querem e quetais. Quem viu as cenas de ontem e o novo AI 5 de Temer duvida? Basta descobrirmos quem bancas as temerices do presidente Michel Temer (PMDB) para descobrirmos que a democracia forte é o que menos interessa, especificamente a Temer e Aécio Neves (PSDB). Em jogo está, salvar a própria pele. Nem que, para isso, o Brasil seja jogado, de novo, em sombrios anos de chumbo. O descompromisso em relação à República e à democracia destas duas figuras é insano. Às ratazanas de Brasília só restam Temer e os militares. E trabalham para isso e por isso dia e noite.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Temer tocou fogo em Brasília

O “se”, em geral, é uma “conjunção atrapalhativa”, em linguagem popular. Porque impõe sempre uma condição, quando, no mais das vezes, condições nenhuma existem. Talvez, por isso, e literalmente, Brasília esteja pegando fogo. Em verdade, vos digo, leitores e leitoras. Figurativamente, Brasília pega fogo desde o dia em que o presidente Michel Temer (PMDB) foi vítima de um grampo, autorizado pela Justiça. Depois do áudio vazado, a maior rede de televisão do País, que, inclusive, apoiou o Golpe Parlamentar que levou Temer ao poder, passou a pressioná-lo. A teimosia de Michel Temer (PMDB) em permanecer no poder quando não tem mais nenhuma condição em fazê-lo, talvez, seja o estopim. Uma emissora de TV, um Golpe Parlamentar, um presidente ilegítimo são ingredientes perigosos. Qualquer faísca pode produzir incêndios de proporções inimagináveis.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Até tu, Maluf!

Depois de 10 anos, o deputado federal por São Paulo, Paulo Salim Maluf (PP), foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a mais de sete anos, em regime fechado. Além disso, Maluf foi condenado a perder o mandato. Esta condenação foi um marco na história do País, pois, Maluf era um ícone dos que “não sabem, não é meu, nunca vi”. O fato talvez seja um indicador de que o STF não deixará por menos nenhum crime de lavagem de dinheiro, como o cometido por Maluf. Assim sendo, muitos, inclusive Lula (PT), devem estar literalmente com as barbas de molho. Ao que parece, ainda há muita condenação para deputados, senadores, govenadores, prefeitos e vereadores. Aos 86 anos, enfim, Maluf foi pego pela Justiça.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.