segunda-feira, 24 de julho de 2017

"Queriam o fim do Governo Dilma..."

A frase lapidar poderia muito bem ser confundida com a de um “petralha”, “comunista” ou coisas do gênero. Mas, foi cunhada assim ”queriam o fim do Governo Dilma e não da corrupção”, por ninguém menos que o Carlos Fernando dos Santos Lima, da Força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava-Jato. Leia exatamente no que ele disse a seguir ou clique aqui:
“Acabar com a Lava Jato. Esse parece ser o próximo passo do PMDB. Infelizmente muitas pessoas que apoiavam a investigação só queriam o fim do governo Dilma e não o fim da corrupção. Agora que Temer conseguiu com liberação de verbas, cargos e perdão de dívidas ganhar apoio do Congresso, o seu partido deseja acabar com as investigações. Mas, mesmo com todas as articulações do governo e de seus aliados, as investigações vão continuar por todo País”.

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!

Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

domingo, 23 de julho de 2017

A volta que ninguém esperava

Tenho visto uma propaganda de Amazonino Mendes (PTB) na qual aparecem colegas da mídia que eu jamais imaginaria ver gritando “volta negão; volta negão!” Ao que tudo indica, a volta do negão é inevitável. O que de simbólico existe nesta volta? Obras à parte, que não se pode negar, Amazonino Mendes governador é como se o povo deste torrão perdoasse todos os pecados do antigo chefe de toda esta trupe que aí está. O que há de pior na política do Amazonas é herança de um grupo político que começou com Plínio Coelho, perpetuou-se com Gilberto Mestrinho e ganhou fihotes a partir de Mendes. Todos conhecemos estes filhotes. Mas, ao que parece, só eles são, digamos, “os pecadores”: fenômeno estranho de se entender!

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

sábado, 22 de julho de 2017

Vizinhos do intenso barulho

Ontem, por meio de um amigo, soube de mais uma daquelas histórias que, via de regra, só ocorrem em condomínios. Também, via de regra, por desrespeito à Lei do Silêncio. Na área de convivência, moradores se reuniram e desrespeitaram, completamente, o silêncio requerido “nas altas horas”. De tanto solicitar aos seguranças, o morador perdeu a paciência (e a razão) e desceu com uma faca. Resumo da ópera: tumulto geral com consequências quase drásticas. Os barulhentos quiseram agredir o morador e quase se instala um selvagem confronto. Sem respeito aos limites estabelecidos coletivamente, a humanidade se transforma em um caos. Os condomínios, também!

Antigamente #foratemer, hojemente #temergolpista!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.